Idosa de 70 anos morou com cadáver de pai por 15 anos e o vestia com pijama

 

 

 

 

Uma mulher de 70 anos conseguiu manter o cadáver do pai por cerca de 15 anos no apartamento onde morava, na vila Linda-a-Velha, em Oeiras, Portugal. A idosa conseguiu disfarçar o odor causado pela decomposição usando água sanitária, mas não contava com a possibilidade de ser descoberta após sua própria morte.

O homem, identificado como Custódio, foi encontrado pelas autoridades locais usando um pijama. O caso foi descoberto após os policiais serem acionados no último domingo (16), após vizinhos que sentiram um cheiro bem intenso de corpo em decomposição, que era de Anabela, que morreu em casa ao lado do pai.

De acordo com o site JN, de Portugal, a vizinhança chegou a sentir o cheiro de alvejante pela região, mas não causou estranhamento. Sem água em casa, a idosa saia todos os dias para comprar água potável e água sanitária. 

Uma vizinha, identificada como Idalina, chegou a pagar pelo funeral de Custódio há 15 anos atrás, mas não compreendeu porque Anabela mentiu para todos. 

"Não sei o que pensar, é inexplicável, um grande mistério. O prédio se juntou para comprar uma coroa para o enterro do idoso e afinal não houve", contou. O caso é investigado pela Polícia Judiciária Portuguesa.
Via: Correio

Nenhum comentário:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site (portalinubia.com)

MAIS LIDAS DA SEMANA