Bebê nasce com cauda de quase 6 cm de comprimento


No México, um bebê nasceu com uma condição rara. O caso foi publicado na revista científica Journal of Pediatric Surgery e chamou a atenção da comunidade internacional. O recém-nascido possuía uma espécie de cauda.
O bebê é do sexo feminino e com pais de ascendência hispânica não consanguíneos e saudáveis. Ambos possuem mais de 25 anos e têm outro filho. O parto foi na zona rural no nordeste do México.
Os médicos explicaram que a condição é muito rara no mundo e é chamada de true tail (cauda verdadeira). No caso do bebê, ele nasceu com uma espécie de cauda com cerca de 6 cm de comprimento.


Ainda de acordo com a publicação, a cauda era macia, coberta de pele e pelos finos. Ela podia ser movida sem dor, mas não tinha movimento espontâneo.
Aos dois meses de vida, a bebê foi avaliada novamente pelos médicos. Ela apresentou ganho de peso e crescimento adequado para a sua idade. A cauda também havia crescido, cerca de 0,8 cm.
Os médicos então optaram por removê-la. O procedimento ambulatorial contou com anestesia local. A bebê não sofreu nenhuma complicação durante o procedimento e teve alta pouco depois.
Em 2021, um caso semelhante aconteceu na cidade de Fortaleza, Ceará. Um bebê prematuro nasceu com uma cauda de cerca de 12 cm de comprimento e na sua ponta havia uma esfera formada por tecido conjuntivo e gordura.
Assim como no caso da bebê mexicana, a cauda só foi retirada após extensos estudos para garantir a segurança do bebê.

Nenhum comentário:

MAIS LIDAS DA SEMANA