#Brasil: Gasolina terá queda de R$ 1,55 por litro com cortes de impostos, diz governo

 

 

 



A estimativa é do Ministério de Minas e Energia (MME) e foi divulgada nesta quarta-feira (06), que o preço médio da gasolina no país deve cair 21% – cerca de R$ 1,55 por litro – em razão das reduções de impostos articuladas entre governo e Congresso e também do impacto de uma decisão do ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo o MME, o etanol hidratado deve ficar 6,3% mais barato na média nacional, o equivalente a R$0,31 por litro. Diesel e gás de cozinha devem ter reduções mais modestas de preço, de 1,7% e 2,3%, respectivamente, conforme a estimativa da pasta. As contas do MME consideram a reclassificação dos combustíveis como bens essenciais, que limita a alíquota do ICMS a 17% ou 18% e a isenção dos impostos federais PIS/Cofins e Cide sobre gasolina e etanol até 31 de dezembro de 2022.

O teto do ICMS, porém, ainda é debatido na Justiça por alguns estados. Na última sexta-feira (6), Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Alagoas anunciaram redução da alíquota. Antes, São Paulo, Goiás, Espírito Santo e Rondônia também já haviam confirmado cortes. Com as maiores alíquotas sobre a gasolina antes da imposição do teto, Rio de Janeiro de Minas Gerais têm os maiores impactos estimados pelo MME: R$1,94 e R$ 1,86 por litro, respectivamente. Em São Paulo, a redução esperada é de R$ 1,36 por litro.
Via: Jornal de Colombo

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA