#Chapada: Prefeitura de Ibitiara firma parceria com poder de revolucionar economia local através da produção de energia eólica

 

 

 


Com uma visão empreendedora e acima de tudo, voltado para ações que promovam o desenvolvimento de forma sustentável, buscando se valer do que o município oferece em riquezas que se bem exploradas, poderão transformar a realidade das pessoas, o prefeito Wilson de Bududa, juntamente com secretários municipais, técnicos, câmara de vereadores e demais colaboradores, iniciaram diálogos pela viabilidade na instalação de um parque eólico no município de Ibitiara, assim como já existe em outras cidades da Chapada.


Conscientes de que este é um caminho seguro, possível e rentável em todos os aspectos, um empreendimento onde todos saem ganhando, o gestor e sua equipe aprofundaram estudos e negociações, para que a concretização desse acordo aconteça.  Finalmente, na manhã deste sábado (21), após diversas tratativas, reuniram-se na sede da prefeitura municipal, a representante da empresa Casa dos Ventos, Fabiana, prefeito, vereadores, ex-prefeito, secretários e assessores, contando ainda com diretores e técnicos da PAN-ENERGY, empresa do setor eólico, que será responsável pela implantação e desenvolvimento do Parque Eólico no município Ibitiara, para selarem esse compromisso, que certamente será um divisor de águas na história econômica e social desta terra.


Já está provado que a Chapada Diamantina, é uma das melhores regiões da Bahia, para a coleta de energia limpa, como a eólica e a solar. Ibitiara já provou que está nesse roteiro das empresas e restava apenas visão e entendimento futurista de um gestor que abrisse as portas, dentro do que é legal, para que a população fosse beneficiada com a implantação e manutenção desse parque, que prevê a instalação de equipamentos com potencial suficiente para abastecer cidades com a energia gerada.
“Estamos muito empolgados com essa parceria que irá implantar em nosso município, um grande projeto. As obras do parque eólico em Ibitiara são parte da escala de crescimento da produção de energia eólica no estado baiano. Esse potencial de geração, além de poder ser exportado, também contribui para a produção de energia em meio à escassez hídrica”. Disse um dos diretores presentes. Que detalhou: “Nossa equipe está em campo, fazendo a sondagem dos pontos de alocação de cada aerogerador. Os equipamentos de sondagem, que é o primeiro trabalho que nós fazemos, orientam onde e em cada ponto deve estar um aerogerador a gente faz a sondagem de cada local para saber que tipo de solo vai encontrar, dentre outros aspectos técnicos”.
Falando dos inúmeros benefícios que esse projeto irá proporcionar, o prefeito Wilson afirmou que: “Uma obra como essa, tem previsão de gerar cerca de 1.200 empregos diretos, em atividades diversas. Essas atividades vão desde aluguel de equipamentos, veículos, tratores, caminhões, carros-pipa, esse tipo de coisa, até o mais direto fomento da atividade comercial. A geração de renda indireta também tende a crescer, com a movimentação da mão de obra no local de construção”. Disse o prefeito.
“No que diz respeito ao aquecimento do comércio, alimentação, rede hotelaria, lazer, aluguéis residenciais, a parte de combustíveis lubrificantes também é muito aquecida, pois o trânsito de veículos é muito grande. A parte de serviços, oficinas, em regime de autoprodução automotivos também. A prefeitura passa a ter uma arrecadação muito maior na época da construção, por conta das obras civis. Depois essa arrecadação diminui, mas, segue arrecadando por todo o ciclo de operação e manutenção, que são serviços cobrados mensalmente do empreendedor e isso gera o ISS em favor da prefeitura”. Enfocou Wilson.
á para o Chefe de Gabinete e ex-prefeito Nilton Meneses (Niltinho), “Esse é o tipo de empreendimento onde todos saem ganhando. Ganham as empresas, ganha o governo com a energia limpa, ganha a população com os empregos e o aquecimento da economia, ganha o poder público municipal que terá mais arrecadação e mais obras. Tem o aumento de arrecadação de renda do município e você tem ainda uma outra consequência positiva para o município que é o aumento dos repasses da União e do Estado pois, esses repasses são frutos diretos da relação econômica. Ou seja, quando você está gerando energia aqui e essa energia está sendo vendida, você tem um aumento no PIB do município”. Esclareceu Niltinho.
Além do Prefeito Wilson, da primeira-dama Silvia, Secretários Municipais, Presidente da Câmara e Vereadores, também os ex-prefeitos Hélio e Nilton Meneses, o técnico e destacado profissional na viabilização de obras para Novo Horizonte e Ibitiara, Filó, assessores e funcionários da prefeitura de Ibitiara fizeram questão de prestigiarem o encontro e testemunharem esse momento histórico, que certamente revolucionará a história econômica e social do município de Ibitiara, que passa a figurar como rota do desenvolvimento sustentável em energia eólica.
//Via: Jornal o Eco

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA