#Bahia: Três trabalhadores rurais morrem após beber “pinga envenenada” e passar mal dentro de ônibus

 

 

 





Três trabalhadores rurais de lavoura de mamão morreram e sete estão hospitalizados depois de ingerirem bebida alcoólica, “Pinga”,  provavelmente contaminada, nas mediações da Fazenda Boa Vista, no município de São Félix do Coribe, próximo ao Distrito  de Porto Novo, pertencente ao município de Santana, BA, na tarde desta sexta-feira(20).

Bebida ingerida pelas vítimas


Os  trabalhadores estavam dentro de um  ônibus que se deslocava até a Agrovila 2,  pertencentes ao município de Serra do Ramalho, quando dez ocupantes   beberam o líquido pensando estar consumindo cachaça e começaram a passar mal poucos minutos depois, desmaiando no interior do veículo.

A PM foi acionada por equipes da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Santa Maria da Vitória, para onde os trabalhadores foram encaminhados. De acordo com o boletim, Vitor Oliveira de Assis, de 18 anos, Marcone Ferreira de Souza, de 37 anos, e Igor Gabriel Santos Conceição, de 19 anos, todos do Distrito de Porto Novo,  não resistiram. Segundo informações do boletim de ocorrência, da Polícia Militar, as vítimas morreram em razão de uma possível intoxicação. Não há detalhes sobre o estado de saúde das outras sete pessoas que passaram mal.

O caso é investigado na 26ª Coordenadoria Regional de Polícia Civil (26ª Coorpin) e a suspeita é que o líquido em questão tinha metanol, biocombustível utilizado como solvente e também como componente para fabricação de diversos produtos na indústria química. A substância também é chamada de álcool metílico e hidrato de metilo.

A notícia das  mortes dos três trabalhadores causou muita comoção nas redes sociais de Santana e da região. A prefeitura de Santana, por meio Nota de Pesar, lamentou pelas  perdas  e prestou  solidariedade aos familiares e amigos da vítimas.
Via: Bom Jesus da Lapa Noticias

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA