#Bahia: Quadrilha liderada por sargento da PM é desarticulada após roubar mais de R$ 800 mil em joias e celulares

 

 

 


Um sargento da Polícia Militar (PM), seu filho, mais dois irmãos, a esposa e uma namorada do militar foram presos nesta sexta-feira 13 de maio. Segundo a Polícia Civil (PC), eles formavam uma quadrilha que roubou R$ 820 mil em joias e celulares. O PM é apontado como líder da organização criminosa.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), eles foram presos nos municípios de Barreiras, Bom Jesus da Lapa e Santa Maria da Vitória, cidades do oeste da Bahia. O PM, cujo nome não foi divulgado, tinha 25 anos de carreira e era lotado na Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Com o grupo foram apreendidos uma pistola, uma espingarda, carregador, munições de diversos calibres, joias, uma  motocicleta modelo CB600, R$ 5,7 mil em espécie, 300 formulários de CRLV em branco, entre outros itens.

MODO DE AGIR 

O policial militar, até então acima de qualquer suspeita, aproximava-se dos estabelecimentos comerciais e iniciava uma relação de amizade com funcionários e proprietários. O objetivo era levantar os horários de funcionamento e de chegada dos materiais.

Depois desse levantamento, o grupo entrava em contato como um cliente normal e agendava para realizar a compra. O policial ficava do lado de fora, enquanto seus irmãos consumavam o assalto.

No ano passado, no mês de março, o grupo roubou ouro, diamante e outras pedras preciosas, avaliadas em 60 mil reais, na cidade de Santa Maria da Vitória. Ainda em 2021, no mês de dezembro, o grupo roubou R$ 760 mil, em celulares, no município de São Félix do Coribe.

O titular da 26ª Coorpin, delegado Alexandre Haas Pinheiro Cunha, não descarta o envolvimento do grupo com outros crimes. “O trabalho continua e aproveito para agradecer o empenho de todas as unidades da Polícia Civil da região Oeste e da Corregedoria da PM”, concluiu.

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA