Seabra/BA: Ataques de cães abandonados deixa senhor ferido profundamente

 

 

 



Lamentável, desesperador, perigoso e caso de saúde pública, o número de cães abandonados nas ruas de Seabra, na Chapada Diamantina. A população, constantemente, vem publicando nas redes sociais casos de ataques de cães, deixando muitas pessoas feridas e até outros animais menores mortos por esses animais abandonados.
 Um caso de ataque foi mostrado nas redes sociais, alertando a população e pedindo socorro às autoridades locais. Gustavo Júnior, Locutor, relata que na semana anterior foi atacado por alguns cachorros que ficam na companhia de um morador de rua. Ele conseguiu sair sem ferimentos.


Entretanto, um outro homem, o idoso, Sr. Júlio, foi atacado esta semana pelos mesmos animais e ficou com ferimentos profundos, e esse Senhor ainda disse que mais outras pessoas também foram vítimas dos ataques desses cães. Os cães fizeram o ataque nas proximidades das Escolas Alvina Rocha e Felinto, próximo às Lojas Nélios.
Porém, há informações que esse morador de rua fica em diversos pontos da cidade e que os cães atacam nesses outros pontos também, sendo mais perigoso pela manhã, logo cedo. Os outros pontos de ataque são ao lado da Acise no centro da cidade e próximo ao Comercial Santana, no bairro Artur Alves.
“Não tem esse negócio de parar não! Eles atacam mesmo! Revoltante! Se não fizerem alguma coisa ou eles vão matar alguém, poque o risco de acidente é alto, ou alguém vai mata-los”, alerta uma moradora.
A população segue apelando às autoridades públicas providências urgentes, que algo seja feito, pois a cada dia que passa os animais de ruas aumentam mais e ficam ainda mais perigosos. Fica o alerta, atacaram idosos, atacaram pessoas, mataram outros animais, o que mais é necessário para as autoridades tomarem uma atitude? Matar alguém? O risco de matar uma criança é real. Os animais é um risco para a sociedade. É preciso atitude urgente do Poder Público. 
//Chapada News

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA