#Chapada: Profissionais da maternidade de Seabra passam por capacitação em reanimação neonatal

 

 

 



Os profissionais que atuam na maternidade ‘Frei Justo Venture’, em Seabra, na Chapada Diamantina, inaugurada há um mês, passaram por capacitação durante mais uma edição do curso de reanimação neonatal. A iniciativa da Fundação Fabamed, que é a responsável pela gestão da unidade estadual, é certificada pela Sociedade Brasileira de Pediatria e habilita toda a equipe profissional da unidade a realizar os procedimentos adequados durante o nascimento.

O intuito da capacitação foi intensificar os cuidados neonatais e garantir um atendimento humanizado à população. Médica neonatologista e vice coordenadora regional de reanimação neonatal pela Sociedade Brasileira de Pediatria, Iandira da Luz foi a responsável por ministrar o treinamento para os profissionais da unidade.

“Esse curso é fundamento para o primeiro atendimento ao recém-nascido. Ao nascer, o bebê tem que respirar. Dos bebês maiores ou iguais aos nascidos com 34 semanas, 10% precisam de ajuda para começar essa respiração. Dos bebês menores, cerca de 60% precisam dessa ajuda. Então, é fundamental que todos os profissionais que atendem o bebê estejam treinados”, explica.

A capacitação não se estendeu apenas para médicos, mas também para enfermeiros e toda a equipe técnica da unidade. “Todo o treinamento é feito para que esse passo a passo seja feito e que a assistência seja plena. O treinamento teve toda a parte teórica e prática para que essas pessoas sejam aptas a atender esses casos”, conclui.

A cada duas horas um recém-nascido morre nos seis primeiros dias de vida por não ter o atendimento adequado, segundo dado da Sociedade Brasileira de Pediatria. No mundo, por ano, 1,15 milhão de recém-nascidos são acometidos por asfixia perinatal, sendo a doença a terceira causa mais comum de óbito neonatal e principal causa de crise convulsiva em neonatos.

Maternidade
A maternidade ‘Frei Justo Venture’ é referência para 11 municípios da região da Chapada Diamantina. A unidade possui 35 leitos distribuídos, sendo 12 obstétricos, oito de gestação de alto risco 15 entre unidades de Cuidados Intensivos Neonatal do tipo canguru e convencional. Até o momento, a maternidade já realizou 82 partos.
Via: Jornal da Chapada

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA