Laudo do IML indica politraumatismo como causa da morte de Marília Mendonça



O laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Caratinga, que investiga a morte de Marília Mendonça, Henrique Bahia, Abicieli Silveira, Geraldo Medeiros Junior e Tarcíso Viana, que ficará pronto dentro de 10 dias, vai atestar “politraumatismo contuso” como causa das cinco mortes.

As informações são do jornal O Globo, divulgadas na última sexta-feira (12).

De acordo com o médico legista Pedro Coelho, responsável pelo caso, as mortes aconteceram instantaneamente após a queda da aeronave, pelas múltiplas lesões nos órgãos vitais.

O laudo só será entregue à Polícia Civil e ao Instituto Médico Legal em Belo Horizonte após o resultado dos exames toxicológico e alcoolemia, e análises neurológicas e cardíacas do piloto, Geraldo Medeiros, e do copiloto, Tarciso Pessoa Viana, para saber se houve algum mal estar durante o voo ou um mal súbito.
//Bahia Noticias

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA