Brumado/BA: Juri Popular absolve acusado de pôr fogo em esposa

 


Márcio dos Santos Silveira, de 43 anos, foi absolvido nesta segunda-feira (8), acusado de pôr fogo na esposa Genilza de Aguiar Morais, de 28 anos. O crime ocorreu na noite 20 de junho de 2008, na residência do casal, no Bairro Dr. Juracy, em Brumado. O acusado fora julgado pelo Tribunal do Júri onde figurava como réu.
Na época do suposto crime, os fatos tiveram grande repercussão e comoção social na cidade, pelo fato da vítima trabalhar no comercio e ser bastante conhecida. O conselho de sentença era composto por seis mulheres e um homem.



O réu contou com a defesa de três advogados, sendo Daniel Wladson Viana, Marcos Rudá e Gianluca Sá, o primeiro filho da terra e os outros da Capital. 

Em entrevista o criminalista Daniel Wladson declarou que, “era um processo extremamente complexo, enorme chance de condenação do réu, vários erros e contradições. Grande comoção social e composto por um enorme desafio para a carreira de qualquer criminalista,”. pontuou.  

“A vitória da defesa veio com a mudança de estratégia em relação a tese apresentada em plenário, que abarcou o belo trabalho realizado pelo Promotor de Justiça”, ressaltou o criminalista. O juiz Genivaldo Guimarães presidiu o tribunal do júri.
//Sudoeste Acontece

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA