menu

connecta

connecta

terça-feira, 31 de agosto de 2021

Delegada diz que Gabriela Rego foi vista chorando antes de ser encontrada morta às margens da BR-116, em Feira de Santana

 






A piatãense  Gabriela Rego que foi encontrada morta às margens da BR-116, em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador, foi vista chorando antes do crime. Essa foi a informação dada por testemunhas à Polícia Civil, conforme a delegada Klaudine Passos, responsável pelas investigações do caso. As informações são do G1 Bahia.
“A senhora Gabriela sai chorando do veículo [dela] e abraça o senhor Antônio Marcos. Em seguida, eles saem do local e vão até um estabelecimento na Avenida Fraga Maia. Posteriormente, o carro é visto visto na BR-116, por volta das 1h40, retornando por volta das 2h”, disse.

Gabriela foi vista pela última vez saindo de um veículo para encontrar o ex-marido, com quem conviveu durante quatro anos. Segundo a polícia, o homem ainda não foi localizado. Ele é um dos suspeitos de ter cometido o crime. O nome dele não foi divulgado.

O carro da mulher foi encontrado abandonado em um posto de combustível com todos os pertences dela, mas não há detalhes do local e data em que o veículo foi achado.

O corpo de Gabriela Jardim Peixoto, de 35 anos, foi encontrado no sábado (28), às margens da BR-116. Ela estava desaparecida desde o dia 22 de agosto. O sepultamento aconteceu no domingo (29), em Piatã, na Chapada Diamantina. A mulher deixou uma filha de 12 anos.

Segundo a delegada, as investigações estão avançadas e abarcam várias linhas, entre elas feminicídio. “É questão de tempo para dar uma resposta à sociedade em relação à motivado e autoria [do crime]”, garantiu. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA