menu

connecta

connecta

quinta-feira, 24 de junho de 2021

Bahia: Unidades de saúde estaduais ofertarão internet sem fio gratuita para pacientes e acompanhantes


 Pacientes e acompanhantes passarão a ter acesso gratuito à internet nas unidades estaduais de saúde. O projeto piloto, implantado no Hospital Geral Ernesto Simões Filho, em Salvador, entrou em funcionamento e a rede, chamada de “Bahia meu Orgulho”, já pode ser acessada por aqueles que estão na unidade, não sendo necessário que tenham um plano de dados em seus telefones ou que utilizem o já existente.
Nos próximos dois meses, cerca de 30 hospitais e centros de referência terão a infraestrutura implantada. A readequação da rede conta com um investimento de R$ 2 milhões em unidades da capital e do interior, como Feira de Santana, Guanambi, Ipiaú, Jequié e Vitória da Conquista.  Não foi divulgada a data do início do projeto no Hospital Regional da Chapada em Seabra. Para o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, o resultado será traduzido em um melhor acolhimento para o paciente e suas famílias.

O projeto é fruto de uma parceria da Sesab com a Companhia de Processamento de Dados do Estado Da Bahia (Prodeb) e a Associação de provedores de Internet da Bahia (Probahia), com o apoio da Casa Civil. “Com a pandemia, foi necessário atribuir mais agilidade na tramitação dos exames, na análise de laudos médicos e, uma das coisas que se tornaram essenciais durante o internamento dos pacientes com Covid: a visita virtual, já que os doentes ficavam totalmente isolados”, ressalta o secretário.

Essa melhoria rápida dos processos das unidades foi possível por conta os links gratuitos ofertados pela Probahia, visto que, na época, não foi possível adquirir novos pontos de internet do fornecedor habitual, impedindo o aumento breve da capacidade de conectividade nas unidades de saúde. “Agora, além de aumentar a capacidade de conectividade, está sendo ampliada a oferta para dar conforto à população, oferecendo rede sem fio gratuita” informa Diego Cavalcante, diretor de Tecnologia e Informação da Sesab.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA