Seabra/BA: Colégio Estadual tem muro revitalizado e grafitado como forma de incentivo a arte

 

No último sábado (20), o Colégio Estadual Professora Ivanda Miranda de Souza, situado na cidade de Seabra, que integra o Núcleo Territorial de Educação 03, Chapada Diamantina, teve o seu muro restaurado e grafitado.
Os desenhos grafitados no muro da unidade escolar foram selecionados por meio de um concurso de desenhos realizado pela instituição, bem como pela escolha dos professores de acordo as áreas de conhecimento.


Toda a ação foi coordenada pela equipe gestora e teve como objetivo revitalizar o muro da escola, a partir da reprodução de desenhos dos alunos expressando os seus sentimentos e impressões sobre temas voltados ao seu processo de ensino e aprendizagem, a exemplo da preservação do meio ambiente, da valorização da história local e a leitura como elemento de transformação.

Conforme, a coordenadora pedagógica Jaqueline Reis de Andrade a ideia de reestruturar o espaço se deu em 2020, após a mudança do nome da escola, em homenagem à educadora, falecida no ano passado, que era uma referência na Educação do município. A coordenadora contou que já havia um planejamento de requalificar o muro da escola, dentro do projeto Juventude em Ação, junto com a Comissão Com Vida, da Secretaria da Educação do Estado.
O artista responsável pela reprodução das imagens foi o grafiteiro Ivan Alves da cidade de Itaberaba, onde já desenvolve um trabalho semelhante de grafitar o muro de espaços públicos na cidade por meio do projeto: “Grafita aqui” que tem o apoio e parceria da Prefeitura Municipal de Itaberaba. 
Em conversa com a nossa equipe de reportagem do Chapada News a diretora do Colégio Estadual Professora Ivanda Miranda de Souza, Aline Silva Ferreira considerou que: “a implementação do projeto de grafitar o muro do Colégio é uma forma de reafirmar a importância da arte como instrumento pedagógico de transformação social e educacional na sociedade, sobretudo, aqui na cidade de Seabra onde as oportunidades artísticas são escassas.” Concluiu a gestora da instituição educacional.
 Via: Chapada News 

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA