Insumos para produzir 12 milhões de doses da vacina de Oxford chegam amanhã

 

Um novo lote de insumos para a produção da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca chegará amanhã ao Brasil, segundo os ministérios da Saúde e das Relações Exteriores.
De acordo com as pastas, os IFAs (Ingredientes Farmacêuticos Ativos) possibilitarão a produção de 12 milhões de doses do imunizante contra o novo coronavírus pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).
O voo com os insumos partirá da China e todas as doses serão incluídas na distribuição do PNI (Programa Nacional de Imunização), completaram os ministérios em nota.

Até junho, o governo federal estima "mais lotes de insumos vindo da China para a fabricação, em solo brasileiro, de um total de 100,4 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford".

Ontem, o ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD), disse que, "atendendo aos pedidos" do governo federal, havia sido confirmada a chegada "de novos insumos e doses de vacinas para o Brasil no fim de semana", sem especificar de qual imunizante estava falando.

#URGENTE | Atendendo aos pedidos do @govbr, foi confirmada agora de manhã a chegada de novos insumos e doses de vacinas para o Brasil no fim de semana. O volume desembarcado deve gerar produção de mais de 12 milhões de doses.

-- Fábio Faria (@fabiofaria5555) February 25, 2021
O primeiro lote do IFA para a produção nacional da vacina de Oxford chegou no início de fevereiro com 90 litros de insumos fabricados pelo laboratório chinês Wuxi Biologics, que também fabricou a carga prevista para chegar amanhã.

Em acordo, está previsto que a Fiocruz receba da AstraZeneca a transferência total de tecnologia para a produção do imunizante, o que permitirá que a fundação fabrique a vacina no Brasil sem a necessidade de importar lotes do IFA.
(UOL)

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA