menu

connecta

connecta

sábado, 23 de janeiro de 2021

Piatã/BA: Após justiça anular posse e eleição, Câmara tem novo presidente; Professor Valmir


Fotos: Marina Matos

Após o desembargador Mário Augusto Albiani Alves Júnior manter a decisão do juiz Rogério Bezerra Tiba Xavier que anulou a sessão de posse e eleição da mesa diretora da câmara de vereadores de Piatã, ocorrida no dia 01 de janeiro, uma nova sessão foi realizada nesta quinta-feira, 21, às 17:20 horas. 
Na decisão proferida no último dia 18, após recurso impetrado contra a anulação, pelos vereadores Manoel Miron Matos (PP) e Grayson Roberto Soares Mesquita (PDT), o desembargador determinou a realização de uma nova assembleia assegurando ao vereador José Hélio Mesquita -PDT (Zé Pitomba), o direito de votar e ser votado de forma virtual ou presencial mediante apresentação de exame laboratorial negativo para covid-19. Os trabalhos iniciais foram presididos pelo vereador mais idoso, Manoel Miron Matos, que deu posse aos demais. O vereador professor Valmir Almeida foi o primeiro a falar: “Quero pedir desculpas aos piataenses por tê-los submetido à situação nunca vista neste município e que nós possamos trabalhar dobrado para riscar esta tragédia que aconteceu no dia 01 de janeiro ... esta falta de compromisso e busca exacerbada de poder não tem  relação com o executivo que foi e segue de forma produtiva, legal e precisa”. Em seguida, o vereador Grayson Roberto Soares Mesquita - PDT (Beto Bahia) falou sobre o exercício do direito à liberdade política: “quero lembrar que sou um vereador com independência política que tenho autonomia de minhas ações e de meus votos”. O edil Ronaldo de Souza fez um discurso veemente sobre as relações de poder e distorção do papel do legislativo: “Esta casa precisa trabalhar muito e mostrar à população qual a verdadeira atribuição de um vereador, eleito democraticamente para cumprir sua função... que haja paz!” finalizou. Manoel Miron Matos (PP) também fez uso da palavra: “a vida me ensinou que precisamos fazer a nossa parte, fazer aquilo que está ao nosso alcance da melhor maneira possível e foi por isso que me coloquei à disposição da sociedade piataense para dar o melhor de mim e lutar pela nossa gente” afirmou. Dada a posse aos vereadores, José Hélio Mesquita (edil mais votado), deu início ao processo de eleição da mesa diretora do legislativo para o biênio 2021/2022. Duas chapas concorreram à presidência. Além de Grayson Roberto Soares Mesquita, também foi apresentada a chapa do vereador Valmir Almeida Silva que acabou sendo eleito por seis votos a cinco. Assumem como vice-presidente, primeiro, segundo(a) secretários(a) e suplente, respectivamente, Zaqueu Alves de Souza, Telma Silva Xavier e Silva e Carlos Henrique Silva Marques. A chapa derrotada apresentou como candidato a vice-presidente Ronaldo de Souza, primeiro e segundo secretários Manoel Miron Matos e Amarildo Santos Lima. Em seu primeiro discurso como presidente, o vereador professor Valmir Almeida disse que espera contar com a ação, orientação e participação de todos os colegas da casa: “juntos podemos mostrar à nossa população que aquele momento foi apenas um momento, nós precisamos apagá-lo da nossa memória e, sobretudo, da lembrança do povo de Piatã. Mas não se apaga apenas colocando no esquecimento e sim mostrando ao povo trabalho, respeito e responsabilidade” finalizou. A vereadora Telma Xavier falou sobre combates provocados inutilmente: “Existem lutas que não precisam existir. Nós as provocamos e para cada ação, existe uma reação. Que nós possamos refletir sobre nossas ações e provocar menos lutas desnecessárias” concluiu.

Nova mesa diretora: Presidente Valmir Almeida Silva, Vice-Presidente Zaqueu Alves e a primeira secretária Telma Xavier.


O prefeito de Piatã, Marcos Paulo, assistiu a sessão ao lado de  Dr Cristiano Azevedo (prefeito Rio de contas), Dr. Paulo César (Ex-prefeito de livramento) e  Dr Érico Azevedo (Ex-prefeito de Érico Cardoso).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA