menu

cmp

cmp

cido

cido

terça-feira, 15 de dezembro de 2020

Seabra/BA: Ministério Público Estadual promove reunião para debater crise no Hospital Regional da Chapada

 


Foto: Sesab/divulgação

No último dia (11), o Ministério Público Estadual promoveu, uma reunião com representantes da Secretaria Estadual de Saúde (SESAB) e da Procuradoria Geral do Estado (PGE/BA), com o objetivo de discutir cenário de crise que enfrenta o Hospital Regional da Chapada Diamantina em Seabra.
O encontro, aconteceu de forma online pela plataforma TEAMS, foi e coordenado pelos promotores de Justiça Fernando Rogério, Patrícia Medrado (Coordenadora do CESAU/MPBA) e Gustavo Pereira. “Trata-se um encontro primordial para avaliação da crise no Hospital Regional da Chapada e para se some esforços para garantir de que o atendimento do hospital não seja paralisado”, destacou o Promotor de Justiça Gustavo Pereira.

Atualmente, o Regional enfrenta uma crise decorrente da falta de pagamento de fornecedores e de funcionários em virtude de diversos problemas de gestão da Associação de Promoção da Maternidade e da Infância (APMI), organização social de saúde (OSS) que era responsável pela gestão do HRCD.

No último dia (19), a APMI foi alvo de uma operação deflagrada pela Polícia Federal com objetivo de desarticular esquema de fraude em licitações e desvio de recursos públicos destinados à gestão do Hospital Regional de Juazeiro (HRJ).

A SESAB e PGE informaram as medidas que vêm sendo adotados pelo Estado da Bahia para solucionar o impasse gerado na gestão do HRCD, em especial quanto a contratação de nova Organização Social que assumirá o Hospital, bem como os esforços para quitação da folha de pagamento de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, equipes de limpeza e de segurança.  “A preocupação do MP é garantir a continuidade do serviço público do Hospital Regional, uma vez que numa situação de pandemia como a que vivemos se houver a interrupção dos trabalhos da unidade teremos uma catástrofe na saúde pública da região”, afirmou o Promotor de Justiça Gustavo Pereira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE