menu

cido

cido

SUPER CESTA 30/05/2020

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Vacina chinesa contra o coronavírus não deu efeito colateral em 94,7% dos voluntários, diz estudo


Uma pesquisa apresentada pelo governo de São Paulo nesta quarta-feira (23), mostrou que 94,7% dos voluntários que testaram a vacina CoronaVac na China não apresentaram efeitos colaterais.
De acordo com o governo de São Paulo, o estudo foi realizado com mais de 50 mil voluntários na China e apenas 5,36% dos que foram imunizados tiveram efeitos adversos leves, como pequenas dores no local da aplicação da vacina (3,08%), fadiga (1,53%) e febre moderada (0,21%).

"Os resultados dos estudos clínicos realizados na China mostraram um baixo índice de apenas 5,3% de efeitos adversos e de baixa gravidade. A maioria destes casos apresentou apenas dor no local da aplicação da vacina. Efeitos adversos de baixa gravidade para uma minoria de pessoas são comuns em vacinas amplamente utilizadas", declarou o governador João Doria.

"A vacina da gripe, por exemplo, produzida aqui pelo Instituto Butantan em São Paulo para todos os brasileiros apresenta efeitos adversos pouco nocivos, como dor no local da aplicação e não mais do que 10% dessas pessoas da totalidade que são vacinados apresentam alguma reação dessa natureza", acrescentou.

A vacina contra a COVID-19 CoronaVac está sendo desenvolvida pela empresa farmacêutica chinesa Sinovac Biotech, em parceria com o Instituto Butantan. Anteriormente, João Doria afirmou que São Paulo deve receber cinco milhões de doses da vacina em outubro e 46 milhões até dezembro.
 Foto: Divulgação / Sinovac Biotech
Fonte: br.sputniknews

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE