menu

SUPER CESTA 30/05/2020

cmp 05/05/2020

cmp 05/05/2020

cido

cido

terça-feira, 28 de julho de 2020

Vitoria da Conquista/BA: Lote com 10 mil testes rápidos do Coronavírus apresenta falhas e será trocado




 
Foto:Reprodução

Os dois lotes que totalizam 10 mil testes rápidos para Covid-19, adquiridos pelo Município de Vitoria da Conquista, vão ser trocados, a pedido da Prefeitura, pela empresa mineira Comercial e Suprimentos Ribeiro Ltda. A empresa comercializa os testes fabricados pela Eco Diagnóstica, que é aprovada pela Anvisa e validada pela Fundação Oswaldo Cruz para a produção dos kits de testes, e é considerada idônea em nível nacional. No entanto, a Secretaria Municipal de Saúde percebeu inconsistência nos dados obtidos durante a testagem e decidiu, por conta própria, fazer nova validação: os resultados mostraram falhas e inconsistências.

A percepção de que havia algo errado com a testagem ocorreu na última quarta-feira, 22, quando os números de positivos apresentados pelos testes se mostravam fora do padrão de testagem observado em nível nacional. A secretária de Saúde, Ramona Cerqueira, decidiu fazer a revalidação do material e, em parceria com professores da Ufba e da Uesb, o município testou amostras de soro sanguíneo congelados desde 2014 (época em que não havia circulação do coronavírus): várias amostras deram positivo para o novo vírus.

O farmacêutico Pablo Brasil Moreira, técnico responsável pelos testes rápidos da Secretaria de Saúde, explicou que o que mais chamou a atenção foi o grande número de profissionais de saúde, assintomáticos, que testaram positivo, quando, em testes anteriores teriam sido negativados.

“Nós confirmamos, tecnicamente, a falha dos testes. Seguramente, fomos uma a única Secretaria da Bahia, e uma das poucas do Brasil a fazer a revalidação dos testes. Fazer essa validação não é obrigatória, a própria Anvisa não determina a necessidade de validação, já que essa marca de testes possui a aprovação chancelada pelo Instituto de Avaliação de Tecnologia e produtos para a Saúde da Fiocruz. O que nós fizemos, ao perceber as inconsistências, foi um reforço dessa validação, algo pioneiro na Bahia. Neste momento, percebemos que os dois lotes de testes apresentavam falhas”, explicou Moreira.

A partir do dia (25/07), a Secretaria de Saúde começou a recolher os testes das 11 unidades de Saúde na zona urbana que funcionam aos sábados. Na segunda, serão recolhidos das demais unidades, tanto da zona urbana, quanto da zona rural.

A empresa enviou 25 unidades de testes de outro lote, que foi validado pelo Município. Em documento, ela assume a falha e se compromete a enviar todos os outros 10 mil testes do lote validado em substituição aos lotes com inconsistências.

De acordo com a secretária Ramona Cerqueira, 1.500 pessoas foram testadas com o material. Ela informou que esse grupo vai passar por nova testagem para que os dados sejam mais transparentes, corretos e concretos, de forma a mapear a realidade da disseminação da Covid-19 em nosso município: “Essa nova testagem do grupo pode alterar os dados hoje apresentados pelo nosso boletim diário. Mas em nome da transparência, decidimos tornar público o problema e convocar as pessoas para fazer novo teste com os lotes que chegam na quarta”, esclareceu.

Cerqueira informou que no Brasil apenas os testes de duas empresas possuem validação nacional, uma delas é a Eco Diagnóstica, cujos testes foram adquiridos por Vitória da Conquista: “Compramos com critérios de certificação federal e dentro dos padrões exigidos pela Anvisa. Todo o processo foi correto e a prova dessa correção é que a empresa reconheceu a falha apontada por nosso corpo técnico e vai enviar novo lote por nós já validado”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE