menu

cmp

cmp

cido

cido

SUPER CESTA 30/05/2020

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Mucugê/BA: Atraso nos salários de servidores municipais volta a gerar críticas da população


Foto/Reprodução

Desde o ano passado a administração municipal de Mucugê, na Chapada Diamantina, do prefeito Manoel Luz (PSD), tem sofrido diversas críticas, principalmente sobre o controle administrativo-financeiro do município.

Entre novembro e dezembro de 2019, por exemplo, o Fundo de Participação de Municípios (FPM) de Mucugê foi bloqueado em decorrência do não pagamento de guias no valor de R$500, conforme o então secretário de Administração, Júnior Douglas Aparecido, contou à época.

Hoje, o município conta com Adão Adelson Luz Freitas no comando da pasta, segundo o site da prefeitura, e não está mais na lista do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi). No mesmo ano de 2019, atrasos salariais dos servidores concursados e contratados dos setores de Saúde e Administração foram outro motivo de revolta para a população.

Segundo um morador, que conversou com o Jornal da Chapada (JC) e pediu para não ser identificado, há trabalhadores com atrasos dos salários de até três meses. “Tem gente com um mês, com dois e até com três meses sem receber salário”, contou a fonte. Nesse caso, ele se referiu principalmente aos trabalhadores vinculados às empresas terceirizadas, que prestam serviços como da limpeza urbana.

As informações que chegaram dão conta que, inclusive, os carros da empresa que fazia esse serviço não estão atuando mais em Mucugê e que os veículos do município voltaram a atuar nessa área. Além dos terceirizados, existem diaristas sem receber há três meses. Há atrasos também entre os efetivos da prefeitura, mas esses não chegam a um mês. O que se diz na cidade é que ao invés de receberem no dia 5, os efetivos estão recebendo no dia 20 de cada mês.

O JC quis saber a versão da atual gestão sobre o que está acontecendo nesses casos relatados e tentou entrar em contato, via telefone, com o número principal da prefeitura, (75) 3338-2143, qual uma mensagem afirma que o número não recebe chamadas ou não existe mais. Tentamos conversar também diretamente com o prefeito Manoel Luz, através do seu celular, mas não fomos atendidos pelo gestor. O jornal afirma que o espaço para a resposta sobre essas indagações está aberto para que o gestor possa falar sobre o tema à população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE