menu

adsense


YOUTUBE

clinica

clinica

cmp

cmp

CONECTA

CONECTA

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Assassinato de jovem natural de Boninal continua sem solução; família diz não ter acesso ao inquérito


Jerrian Cunha foi morto a tiros a caminho de casa — Foto: Reprodução/Facebook


Um ano após o assassinato do assessor parlamentar e estudante Jerrian Cunha, de 28 anos, da cidade de Boninal/BA, a família da vítima conta que não tem acesso às informações do inquérito que investiga autoria e motivação do crime. Jerrian foi morto a tiros quando passava pela Avenida Edgar Santos, em Salvador.

Ninguém foi preso pelo crime. De acordo com o irmão da vítima, Pedro Cunha, a família segue tentando acompanhar o caso, mas as investigações estão restritas até para a advogada da família.

"A gente está acompanhando. Há uns três meses, estive com o promotor e a delegada do caso, mas a gente não tem tido muitas informações. Nem nossa advogada sabe direito sobre a investigação. A polícia não permite que a gente veja o inquérito", contou em entrevista ao G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA