botão up

menu

adsense


YOUTUBE

icones redes sociais

CONECTA

CONECTA

clinica

clinica

notifiçasoes

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Com vocação mineradora, Novo Horizonte se prepara para aderir aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável



Foto:reprodução

Conhecida por suas jazidas de quartzo rutilado, barita e ouro, Novo Horizonte (a 561 km de Salvador) prepara-se para aderir oficialmente aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), conjunto de 17 indicadores que compõem a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, estabelecidos em 2015 em substituição aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).

 O lançamento do programa da Agenda 2030 será realizado na segunda-feira (27/5), das 8h às 12h, no Salão Paroquial do município. 

“Essa adesão deve ajudar o acesso do município às demandas estaduais e federais, fazer com que sejamos vistos. Além disso, esses indicadores contribuem para verificarmos e monitoramos a situação da cidade com mais eficiência”
Djalma Abreu dos Anjos, prefeito de Novo Horizonte


De acordo com o prefeito, Novo Horizonte já conta com experiência em sete dos ODS, por meio de investimentos em redução da pobreza, acesso à educação, água, saneamento, moradias e energia para todos, além da industrialização inclusiva, a proteção e a recuperação de áreas de vegetação nativa. O gestor ressalta que o ingresso do município na agenda da ONU tem como base as próprias necessidades da população local – cerca de 12.500 habitantes.

A adesão do município do Sudoeste baiano aos ODS prevê ações de sensibilização dos moradores, a exemplo de palestras para a população e apresentação de propostas de apoio ao setor minerário, sem esquecer o fortalecimento da economia local, capaz de gerar emprego e renda.

Parcerias
Nesse sentido, as parcerias serão fundamentais. “Um terço do município é agrícola e dois terços são minerais. Queremos que instituições como Embrapa, Ufba e Ifba nos ajudem na capacitação”, ressalta o prefeito. Na quarta-feira (22/5), uma comitiva de Novo Horizonte esteve em Salvador para visitar as instalações do Instituto de Geociências da Ufba, que possui capacidade técnica e científica para mapeamento dos minérios existentes na região.

“O prefeito e o presidente da cooperativa de mineradores, José Flávio Júnior, ficaram extremamente impressionados com o que nossa instituição pode prover de incremento técnico/científico para a região”, relata a professora doutora Olívia Oliveira, diretora do Igeo/Ufba. Na ocasião foi assinado um protocolo de intenções que em breve dará origem a um acordo de cooperação.

José Flávio Júnior, Olívia Oliveira e o prefeito de Novo Horizonte Djalma Abreu dos Anjos

Mineração
José Flávio Júnior, que preside a Cooperativa dos Garimpeiros de Novo Horizonte, observa que é de suma importância a adesão dos municípios aos ODS, pois são objetivos essenciais para toda a comunidade.

“Eu acredito que a sustentabilidade é o melhor benefício que o minerador pode ter, uma vez que o mineral é um recurso finito. Se não trabalhar ele de forma sustentável, vai acabar”
José Flávio Júnior, presidente da Cooperativa dos Garimpeiros de Novo Horizonte

Segundo Júnior, a organização conta atualmente com 600 cooperados, mas ele acredita que cerca de 4.000 pessoas estejam ligadas ao setor mineral no município. “Atualmente na cidade temos a barita (bário), o quartzo rutilado e o ouro, embora este último em menor proporção. Conseguimos manter uma regularidade em nível de renda dos garimpeiros em nível de resultados”, assegura.

Importância
O valor comercial do quartzo rutilado é considerado alto porque o minério é utilizado para a fabricação de chips de aparelhos celulares e placas de energia solar. A mineração em Novo Horizonte também auxilia na exploração de petróleo, fabricação de tintas e papel. Os representantes municipais ressaltam que toda essa produção segue parâmetros que impedem catástrofes ambientais, o que mostra ser possível aliar desenvolvimento e sustentabilidade.

Novo Horizonte também se destaca na produção de alho, banana e morango. Em nível turístico, a cidade da Chapada Diamantina tem como atrativos a Cachoeira do Brejo e a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, fundada em 1625 pelos jesuítas em estilo barroco.

SERVIÇO
O quê: adesão de Novo Horizonte aos ODS
Quando: segunda-feira (27/5)
Horário: das 8h às 12h
Local: Salão Paroquial do município
Fonte: correio24horas.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

MAIS LIDAS DA SEMANA