icones redes sociais

MENU

voz

clinica

clinica

COMPARTILHE COMSEUS AMIGOS

adsense

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Conquista/BA: Raio-X mostra fratura em bebê 15 dias antes dele morrer após ser agredido pela mãe por 'chorar demais'




Um raio x feito em um bebê de três meses que morreu na terça-feira (27), em Vitória da Conquista, após levar tapa no rosto dado pela própria mãe, mostra uma fratura no fêmur que ele sofreu duas semanas antes de morrer.

Na imagem do exame, épossível ver o osso do recém nascido partido. Após a morte do bebê, a mãe, Graciane Almeida Silva, foi presa em flagrante. O irmão gêmeo do bebê já havia morrido em 6 de novembro de causas naturais. De acordo com o delegaco Marcus Moraes, por pouco o bebê que morreu na terça-feira não é enterrado também tendo como causa morte natural. “Quando essa criança deu entrada sem vida já na Upa, a equipe de atendimento reconheceu essa criança como a mesma que já tinha sido atendida no dia 12 deste mês, com uma fratura no fêmur. Na época, se tratou como um acidente doméstico, nós não tivemos conhecimento deste fato, e ela voltou para casa. Como houve esse fato antes, eles suspeitaram que a morte poderia ter sido por uma causa violenta. A Delegacia de Homicídios imediatamente entrou nas investigações, e no dia seguinte acompanhou a necrópsia. No exame ficou constatado que a criança tinha morrido de hemorragia”, disse o delegado. Marcus Moraes ainda informou que pedirá exumação do irmão gêmeo do bebê. “Para verificarmos se houve algum tipo de agressão ou não, porque, de repente, pelo fato dela ter sido enterrada por morte natural, não quer dizer que não tenha tido alguma agressão que passou despercebida. Por muito pouco, esse segundo bebê não foi enterrado como morte natural. Porque, aparentemente, ele não tinha lesões”, afirmou. Em depoimento à polícia, o pai do bebê disse que Graciane apresentava um comportamento agressivo desde a gravidez dos gêmeos. Já o advogado dela diz que a família está chocada, porque nunca havia presenciado uma ação agressiva da mulher. “Não há relatos de agressões anteriores. Esse fato especificamente é um fato isolado, então a gente vai aguardar ainda a conclusão do inquérito policial e apresentar a defesa no processo, ver quais são nossas linhas de defesa que podem ser utilizadas nesse processo”, disse Márcio Britto. Graciane deve responder por homicídio qualificado e por lesão corporal.
Do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

INÚBIA FOLIA 2018

INÚBIA FOLIA 2018
DIAS 28 E 29 DE DEZEMBRO

MAIS LIDAS DA SEMANA