menu

icones redes sociais

voz

clinica

clinica

COMPARTILHE COMSEUS AMIGOS

adsense

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Conquista: estudantes rasgam outdoor de vereador que defende intervenção militar no Brasil e político rebate: ‘Criminosos’

Foto: Blog do Anderson



Durante protesto estudantes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), em Vitória da Conquista, se revoltaram e rasgaram um outdoor do vereador da cidade David Salomão (PTC), que defende uma intervenção militar no Brasil até a realização das eleições de 2018.

A placa publicitária destruída pelos alunos, uma das quatro instaladas pelo vereador na cidade, foi colocada nas proximidades da instituição de ensino. O vereador, por sua vez, classificou a atitude como “vandalismo” e chamou os estudantes de “criminosos”.

Os outdoors espalhados pela cidade pelo vereador estampam em destaque a palavra “intervenção”, tendo a bandeira do Brasil ao fundo, ao lado de uma foto de rosto do vereador. Na imagem da bandeira, no lugar da frase “Ordem e Progresso”, as peças publicitárias trazem a palavra “Em progresso”, abaixo do termo “intervenção”. Também pode ser vista nas peças um, em letra com tamanho menor, a frase: “Uma grande nação deve ser regida por leis e não por homens”. Depois de rasgarem a mensagem, os estudantes escreverram a frase “Ditadura nunca mais” no outdoor.

O advogado e professor de Direito da UESB Ruy Medeiros, de 70 anos, também participou do ato, na quarta-feira (4), junto com outros docentes. Repudia a atitude do vereador, por, segundo ele, fazer uma alusão ao período da ditadura. Disse que viveu os momentos do regime ditatorial no país e que, por conta disso, decidiu protestar em apoio aos estudantes.

“Fui convidado a me manifestar e aceitei. Participei ativamente da luta contra a ditadura, cheguei a ser expulso da universidade na época e ainda passei pelo quartel do Barbalho, como preso político. Hoje, vivemos em um momento em que a utilização da moral para fins políticos, como em outros momentos, tem servido para justificar soluções de força, mas a gente sabe que isso não dá certo. É um discurso equivocado. O que precisamos é de articulação de forças democráticas mais afirmativas. Não podemos passar em branco esse tipo de manifestação”, destacou.

Em contato com o G1, o vereador David Salomão, que também é formado em Direito, disse que contratou a empresa publicitária para a confecção dos quatro outdoors instalados na cidade, todos com o mesma mensagem, com recursos próprios. Ele não divulgou o valor pago.

“Fiz a publicidade no sentido de que precisamos de uma intervenção em virtude do caos no atual cenário político que vivemos. Além disso, a Constituição permite a intervenção das as forças armadas, responsáveis pela defesa da pátria e garantia da ordem. As instituições não estão dando resposta para as coisas que estão acontecendo no país e por isso defendo que ocorra uma intervenção militar até as próximas eleições”, destacou.

O vereador, que está no seu primeiro mandato na câmara, negou, no entanto, que a atitude tenha sido no sentido de promover uma ditadura.

“Há uma diferença continental entre ditadura e intervenção. A intervenção existe de várias formas, várias modalidades. Existe, por exemplo, a intervenção cirúrgica, realizada em pacientes que estão com alguma dificuldade. A intervenção que eu trato é no sentido de socorrer o povo brasileiro, que está cansado de ser saqueado pelos governantes. E, conforme a Constituição, cabe às forças armadas a defesa da ordem e da nação. Além disso, a frase que estampei lá, que dizia que ‘Uma grande nação deve ser regida por leis e não por homens’ afasta qualquer tipo de ditadura, que é uma coisa planejada por homens. Eles sequer leram a frase”, destacou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

INÚBIA FOLIA 2018

INÚBIA FOLIA 2018
DIAS 28 E 29 DE DEZEMBRO

MAIS LIDAS DA SEMANA