clinica

clinica

flutuante

COMPARTILHE COMSEUS AMIGOS

redes sociais

MENU

4 de setembro de 2018

Novo Horizonte/BA: Educação do município supera novamente metas para o Ideb

Os resultados da Prova Brasil, aplicada em 2017, que compõem o cálculo para a nota do Ideb, já anunciavam que o município chapadeiro, novamente, teria um bom desempenho na avaliação /FOTO: Reprodução 

Os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgados nesta segunda-feira (3), mostraram que a educação de Novo Horizonte superou as metas postas pelo Ministério da Educação (MEC) para o município, que agora ocupa o 4º lugar nos anos iniciais (4ª série/5º ano) e o 3º lugar nos anos finais (8ª série/9º ano), no ranking do Ideb, no estado da Bahia. Localizado na Chapada Diamantina, Novo Horizonte registrou para os anos iniciais, a nota 6.4, com meta prevista para 5.1, e nos anos finais, a nota de 5.1, quando a previsão era para nota 4.7.

Os resultados da Prova Brasil, aplicada em 2017, que compõem o cálculo para a nota do Ideb, já anunciavam que o município, novamente, teria um bom desempenho na avaliação. Isso porque algumas das escolas municipais avaliadas mantiveram os bons níveis de proficiência já registrados em 2015, para Língua Portuguesa e Matemática. Já outras elevaram o nível, refletindo os investimentos feitos pela Secretaria Municipal de Educação, seja na formação de professores, na infraestrutura das escolas e na orientação dos estudantes.


Entre as escolas avaliadas, o Centro Educacional de Novo Horizonte mais uma vez superou a meta para o Ideb, tanto nos anos iniciais, quanto nos finais, com notas 6.3 para a 4ª série/5º ano e nota 5.0 para a 8ª série/9º ano. “Todos estes resultados positivos são frutos das nossas formações, como a que fazemos com o projeto Aprender Mais, do nosso material didático e todo o diálogo constante que temos com os profissionais da educação, pais e a população do município”, afirmou a secretária de educação de Novo Horizonte, Idenilde Almeida dos Santos Oliveira.

Outro ponto que também contribuiu para o bom desempenho do município no Ideb foi a orientação realizada com os estudantes para que fizessem uma boa avaliação na Prova Brasil. De acordo com a diretora geral da Prose7e, Ana Sueli Pinho, é preciso ensinar às crianças e adolescentes os procedimentos para que eles possam obter um melhor rendimento. “A orientação é necessária. O estudante não pode conhecer, saber sobre a Prova Brasil no dia em que vai ser avaliado. Além disso passamos para eles outras dicas, a exemplo da administração do tempo e de como não rasurar a folha de respostas. Eles estão no início do processo de escolarização, e vivenciar estas experiências é importante para o resultado positivo”, explica.
Fonte: Jornal da Chapada

COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

LEIA TAMBÉM: