face twitter youtube

Fan page on Facebook Follow me Youtube Channel Ree feed

MENU

CIDO

CIDO

sociais compartilhar

NOSSA CLNICA

NOSSA CLNICA

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Rui Costa sugere articular exportação de cachaça da Chapada Diamantina para a China

O governador da Bahia quer ampliar as exportações de produtos da agricultura familiar/Foto: Divulgação MF Rural

No programa #PapoCorreria desta terça (17), o governador Rui Costa e seu convidado, o senador Otto Alencar, receberam representantes da Cooperativa dos Produtores de Cana e seus Derivados da Micro Região de Abaíra (Coopama), da Chapada Diamantina.

Ao saber que os produtos da cooperativa – cachaça, licor, rapadura, açúcar mascavo, demerara e melado – não estão mais sendo exportados, o governador sugeriu a articulação com os chineses.

“Eu vou falar com Bruno [Dauster, secretário estadual da Casa Civil], para que ele articule com o secretário de Turismo e com Jerônimo [Rodrigues, secretário de Desenvolvimento Rural – SDR] para fazermos uma exposição das nossas cachaças no mercado chinês, eu vou combinar com os chineses”, prometeu Rui Costa.

O governador ainda explicou que, na China, há supermercado que possuem uma ala inteira promocional de produtos importados, que “ficam como se fosse fase de teste do mercado, eles colocam e fazem rodízio de vários produtos, aqueles que têm aceitação eles passam a importar regularmente”.

Rui afirma ainda que, em sua última visita à China combinou com os chineses que iria levar produtos da Bahia para fazer exposição nestes mercados. Vale destacar a robustez do mercado chinês, que possui uma população de 1,5 bilhão de pessoas. Segundo o presidente da Coopama, Junael Oliveira, a cooperativa já exportou, mas no momento, está com sua rota da cachaça concentrada na Bahia.

O programa ‘#PapoCorreria’ recebeu o senador Otto Alencar esta semana | FOTO: Divulgação/Carol Garcia/GOVBA |

"Nós já exportamos para Itália, ultimamente não estamos exportando, por questões financeiras, mas pretendemos voltar com as exportações”, informa Oliveira. E completa, “nosso objetivo é correr a Bahia, para que os baianos conheçam a produção do nosso estado, não só com cachaça, mas açúcar mascavo, demerara, rapadura”. A rota da cachaça é formada por um grupo de produtores que visa fomentar a cachaça da Bahia e apoiar sua comercialização.

Coopama
A cooperativa conta com 33 cooperados com envolvimento de 144 famílias no processo de produção de toda a matéria-prima utilizada no processamento dos produtos. A sede está localizada em Abaíra, mas possui cooperados de Piatã, Jussiape e Mucugê, municípios da Chapada Diamantina que fazem parte da cadeia produtiva da cana de açúcar.

A Bahia é a segunda maior produtora de cachaça do Brasil, tem mais de 7 mil produtores de cachaça de alambique, que atuam na cadeia produtiva da cana de açúcar e geram emprego e renda para mais de 30 mil agricultores familiares e pequenos produtores da Bahia. O governo do estado é o maior apoiador da Coopama, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), da Secretaria de Turismo da Bahia (Setur) e da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).
Fonte:Jornal da Chapada

Nenhum comentário:

Postar um comentário