clinica

clinica

flutuante

COMPARTILHE COMSEUS AMIGOS

redes sociais

MENU

30 de agosto de 2017

Oito envolvidos no 'Caso New Hit' são condenados a 11 anos de prisão na Bahia; dois foram absolvidos


Oito dos ex-integrantes da Banda New Hit foram condenados, em julgamento realizado nesta terça-feira (29), há 11 anos e oito meses de prisão pelo estupro coletivo de duas adolescentes em 2012, após um show da banda na cidade de Ruy Barbosa, na Bahia.

A informação é da assessoria do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). O julgamento foi realizado na Segunda Turma da Primeira Câmara Criminal do TJ-BA, em Salvador. De acordo com o TJ, os condenados não poderão mais recorrer da decisão, contudo ainda não há detalhes se eles serão encaminhados imediatamente para o presídio. Conforme o Tribunal de Justiça, foram absolvidos, nesta terça, Carlos Frederico Santos de Aragão, que à época do crime era segurança da do grupo, e um dos ex-integrantes do grupo, Jeferson Pinto dos Santos. Todos os envolvidos no caso já haviam sido condenados, em maio de 2015, a 11 anos e oito meses de reclusão. No entanto, os réus entraram com recursos e, desde então, aguardavam o julgamento dos pedidos em liberdade.
O início do julgamento do processo estava marcado para o dia 8 de agosto, mas foi adiado e remarcado para o dia 15 de agosto, após pedido de um dos oito advogados de defesa da banda. Na ocasião, dois, dos quatro desembargadores que analisaram o caso, pediram mais tempo para analisar o processo. Com isso, o julgamento foi remarcado para esta terça-feira. Mesmo com o pedido de vistas dos colegas, o relator do processo, o desembargador Lourival Trindade, já havia proferido o voto no dia 15 de agosto, mantendo a condenação de oito dos dez réus e pela absolvição de outros dois.
chapadaemdestaque.com com informações do G1

O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do SITE CHAPADA EM DESTAQUE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

LEIA TAMBÉM