face twitter youtube

Fan page on Facebook Follow me Youtube Channel Ree feed

sociais compartilhar

MENU

CIDO

CIDO

NOSSA CLNICA

NOSSA CLNICA

sábado, 12 de agosto de 2017

Cipe realiza ação às margens da BR 242 e beneficia famílias em situação de vulnerabilidade

O major Ricardo Passos, comandante da Cipe, disse que a ação dos policiais foi atendida para minimizar o sofrimento da população chapadeira e que será a primeira de uma série de visitas | FOTO: Divulgação/Cipe-Chapada |

Policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe-Chapada) mudaram a rotina da vida de famílias em situação de vulnerabilidade social que vivem às margens da BR-242, entre os municípios de Itaberaba e Seabra, na Chapada Diamantina.

 É que a pedido de um soldado da Polícia Militar, os militares doaram utensílios, roupas, brinquedos e alimentos para os moradores. Em contato com o Jornal da Chapada, o major Ricardo Passos, comandante da Cipe, disse que a ação foi atendida para minimizar o sofrimento da população chapadeira e que será a primeira de uma série de visitas.

“Decidimos, através da ideia do Sd PM Ribeiro, a tornar constante o que fizemos ontem [quinta-feira, 10 de agosto] às margens da BR 242, levar o que não tem ‘mais utilidade’ a nós e presentear outras pessoas que receberão como sendo um milagre de Deus, diante de tanto sofrimento. Lembramos que essa iniciativa vai mudar pouco a nossa vida, mas transformará a vida desses ‘severinos’ que vivem à baixo da linha da miséria, enfrentando cada dia como se fosse o último”, destaca o major Passos que faz referência ao poema ‘Morte e Vida Severina’ de João Cabral de Melo Neto.
“…Somos muitos ‘Severinos iguais em tudo na vida: na mesma cabeça grande que a custo é que se equilibra, no mesmo ventre crescido sobre as mesmas pernas finas e iguais também porque o sangue, que usamos tem pouca tinta. E se somos Severinos iguais em tudo na vida, morremos de morte igual, mesma morte Severina”. Esse trecho do texto ‘Morte e Vida Severina”, conforme enviou o major Ricardo Passos, “faz refletir que somos todos iguais, temos as mesmas necessidades, sentimos as mesmas dores”.

A Cipe-Chapada informa que a guarnição da Hotel/”Severino” fará essa atividade de doação corriqueiramente e conta com a ajuda de populares, comerciantes e todos da região da Chapada Diamantina que puder contribuir. Basta procurar a sede da Cipe em Ruy Barbosa e ajudar o próximo. “Pois a fome, sede e o frio, sente-se diariamente, então porque esperar ‘campanhas’ para ajudar o próximo? Pedimos que todos pensem sobre essa ideia e que possamos nunca esquecê-la”, completa o major.
Via: Jornal da Chapada

Nenhum comentário:

Postar um comentário