icones redes sociais

MENU

voz

clinica

clinica

jadir cido

jadir cido

COMPARTILHE COMSEUS AMIGOS

adsense

sábado, 5 de novembro de 2016

Rio de Contas-BA: Incêndio no Pico das Almas não está controlado situação é preocupante



Ainda não há informações oficiais do tamanho da área queimada no Pico das Almas | FOTO: Divulgação/Sema |

O fogo que consome a vegetação do entorno do Pico das Almas, local turístico de Rio de Contas, município na Chapada Diamantina, desde a última terça-feira (1º) ainda não foi controlado pelos bombeiros e brigadistas que estão no local. O Jornal da Chapada tentou obter informações com esses combatentes, mas foi dito por eles que a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) não teria permitido que eles passassem dados sobre a situação, e deixassem isso a cargo da sua assessoria de imprensa.


O secretário Eugênio Spengler disse que é impossível extinguir o fogo no Pico das Almas, mas os combates continuam | FOTO: Jornal da Chapada |

Por telefone, o secretário da Sema, Eugênio Spengler, disse ao Jornal da Chapada que “é impossível extinguir o fogo [no Pico das Almas] por conta do local de difícil acesso à equipe que está no combate”. Segundo o secretário, ventos de mais de ’40 nós’, o que equivale a cerca de 74 km/h, fazem o fogo se espalhar mais rápido e impedem que as aeronaves cheguem próximo ao ponto do incêndio, colocando em risco a vida dos tripulantes, inclusive.

“Se o acesso fosse mais fácil as chamas já estariam extintas”, afirmou o secretário. Os brigadistas e bombeiros estão tendo que aterrissar em um trecho distante do foco e continuar o restante do percurso a pé para chegar ao incêndio. Em Rio de Contas duas aeronaves e um helicóptero permanecem para dar apoio para debelar o fogo. Ainda não há informações oficiais do tamanho da área queimada no Pico das Almas.

Fonte: Jornal da Chapada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do PORTAL INÚBIA.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

MAIS LIDAS DA SEMANA: