face twitter youtube

Fan page on Facebook Follow me Youtube Channel Ree feed

MENU

CIDO

CIDO

sociais compartilhar

NOSSA CLNICA

NOSSA CLNICA

sábado, 25 de junho de 2016

Inúbia-BA: Familias Inubiense mantêm tradição da fogueira de São João




As fogueiras Juninas fazem parte da antiga tradição para celebrar o dia de São João. Apesar da evolução dos tempos, muitas famílias em Inúbia se reúnem em torno da fogueira que serve para aquecer o frio, usar a brasa para a criançada ascender fogos e até mesmo para assar espiga de milho.

O Inúbia News percorreu algumas ruas da cidade e não encontrou nenhuma que não estivesse sendo representada por uma fogueirinha mais simples.


No passado havia também o balão que era solto no mesmo período, mas devido aos incêndios provocados acabou sendo proibido.


Na Rua Guilherme de Almeida a fogueira na frente da residência do ex-vereador conhecido por “Toé  de Mirinha” leva animação, segundo ele não fica um ano sem ascender, a cultura mais evidente, principalmente por ser acesa no terreiro das casas.

De origem europeia, as fogueiras juninas fazem parte da antiga tradição pagã de celebrar o solstício de verão. Assim como a cristianização da árvore pagã “sempre verde”, que se tornou a famosa árvore de natal, a fogueira do dia de Midsummer (25 de junho) tornou-se, pouco a pouco, na Idade Média, um atributo da festa de São João Batista, o santo celebrado nesse mesmo dia. Ainda hoje, a fogueira de São João é o traço comum que une todas as Festas de São João Europeias (da Estônia a Portugal, da Finlândia à França).

Uma lenda católica cristianizando a fogueira pagã estival afirma que o antigo costume de acender fogueiras no começo do verão europeu tinha suas raízes em um acordo feito pelas primas Maria e Isabel. Para avisar Maria sobre o nascimento de São João Batista e, assim ter seu auxílio após o parto, Isabel teria de acender uma fogueira sobre um monte.

Inúbia News





































PUBLICIDADE




Nenhum comentário:

Postar um comentário